Visa, Mastercard e Mercado Pago seguem Paypal e abandonam projeto de criptomoeda do Facebook

Visa, Mastercard e Mercado Pago seguem Paypal e abandonam projeto de criptomoeda do Facebook 1

Oito pontos para explicar de forma simples a Libra, moeda virtual do Facebook
Imagem: Shutterstock

Mastercard, Visa, Mercado Pago, eBay e a empresa de pagamento Stripe saíram da Libra Association, a associação por trás da futura criptomoeda do Facebook.

O Financial Times informou na sexta-feira que o eBay e o Stripe abandonaram o projeto, citando pressão política, após o PayPal, que tirou seu próprio apoio ao projeto no início desta semana. As assessorias da Mastercard e do Mercado Pago confirmaram ao CoinDesk que as empresas também estarão se retirando.

A Mastercard disse que não fará parte da Libra Association mas que continuará de olho na Libra e focada em permitir a inclusão financeira em todo o mundo.

A Visa também disse que irá avaliar sua posição no futuro, mas no momento não irá ingressar na Associação. “O interesse contínuo da Visa na Libra decorre da nossa crença de que redes bem regulamentadas baseadas em blockchain podem estender o valor de pagamentos digitais seguros a um número maior de pessoas e lugares, principalmente em mercados emergentes e em desenvolvimento”, disse a empresa de pagamentos ao Coindesk.

Um porta-voz do eBay disse ao Financial Times que, embora a empresa respeite a visão da Libra Association, optou por se concentrar em liberar uma “experiência de pagamentos gerenciados” para seus clientes.

O Mercado Pago disse que a empresa reavaliará o projeto depois que houver “maior clareza” em torno dele.

Como funcionará a Libra

De acordo com o documento oficial da Libra, tanto a blockchain como uma carteira para a Libra serão lançados em 2020. A subsidiária ‘Calibra’ será a responsável. A rede blockchain terá pelo menos 100 nodes.

A Libra Association foi criada como uma organização sem fins lucrativos e sua sede será na Suíça. A empresa diz que a associação ficará encarregada de liderar o desenvolvimento contínuo da criptomoeda, sem depender do Facebook.

O whitepaper detalha que a blockchain da Libra será tolerante a falhas do tipo ‘Byzantine fault-tolerant’, ou seja, dois nodes poderão se comunicar sem prejudicar todo o sistema, mas que “qualquer comportamento inadequado não irá comprometer a segurança da rede”.

De acordo com a empresa, a carteira digital para a Libra estará disponível no Messenger, WhatsApp e em um aplicativo independente.

O Facebook disse que o projeto foi lançado para enfrentar um desafio que muitas pessoas no mundo todo enfrentam hoje, que é o acesso a serviços financeiros básicos.

“Quase a metade dos adultos no mundo não tem uma conta bancária ativa, e esses números são piores nos países em desenvolvimento e ainda pior para as mulheres”, disse a empresa, acrescentando que 70% das pequenas empresas nos países em desenvolvimento não têm acesso a crédito.

Embora o Facebook afirme que sua carteira não irá funcionar como uma exchange, o serviço poderá se integrar a algumas delas no futuro.

A criptomoeda Libra terá metade do seu lastro em dólares americanos, sendo a outra metade em euro e moedas fiduciárias do Reino Unido, Japão e Cingapura, deixando de fora, a moeda da China.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Visa, Mastercard e Mercado Pago seguem Paypal e abandonam projeto de criptomoeda do Facebook 3

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!





What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Mulher é presa em Goias aplicando golpes com Bitcoin 22

Mulher é presa em Goias aplicando golpes com Bitcoin

Canal TON Board do Telegram 'faz uma pausa' e remove todo o histórico do canal 23

Canal TON Board do Telegram ‘faz uma pausa’ e remove todo o histórico do canal