Startup de blockchain sul-coreana levanta US$ 8 milhões para autenticação de identidade

Startup de blockchain sul-coreana levanta US$ 8 milhões para autenticação de identidade 1

Startup de blockchain sul-coreana levanta US$ 8 milhões para autenticação de identidade 2

A empresa de blockchain Iconloop garantiu 10 bilhões de won coreanos (KRW) (mais de US $ 8 milhões) de sete empresas de investimento que participaram de uma rodada de financiamento da Série A.

Segundo anúncio de 10 de outubro, foi o primeiro investimento de capital de risco da Iconloop desde a sua criação em 2016, com a participação de empresas como a Korea Technology Finance Corporation (KOTEC) e a T.S. Investimento, entre outras.

Serviço de autenticação de identidade baseado em blockchain

Iconloop está planejando investir os recursos arrecadados no lançamento de seu serviço de autenticação de identidade digital baseado em blockchain, chamado “my-ID”. De acordo com a empresa, o my-ID pode ser usado para abrir contas bancárias sem verificação presencial e “permite que as informações de autenticação […] de ID sejam salvas no celular do usuário, para que os usuários possam reutilizar essas informações para abrir mais contas ou acessar outros serviços que exijam identificação. 

Juntamente com o serviço my-ID, a Iconloop usará o dinheiro para promover ainda mais a my-ID Alliance, composta por 27 organizações de vários setores, incluindo bancos, empresas de segurança, comércio eletrônico e manufatura.

Abordagem da Coreia do Sul para a blockchain

Em fevereiro, o governo metropolitano de Seul escolheu a plataforma blockchain da Iconloop para emitir cartas de nomeação para sua equipe de governança da Blockchain. Na época, J.H. Kim, membro do conselho da Icon Foundation e CEO da Iconloop, disse:

“O aumento nos casos de uso públicos de blockchain liderados pelo governo, e a emissão desta carta de nomeação é um ponto de partida para mostrar um exemplo claro de como a blockchain pode ser usada no governo.”

Na metade deste ano, surgiram notícias de que a capital sul-coreana estaria tentando lançar uma moeda digital nativa chamada moeda S, cujo objetivo seria incentivar os cidadãos a participar da governança, facilitar a cooperação entre os cidadãos e coletar informações.

O banco mais antigo da Coréia do Sul, o Shinhan Bank, fez parceria recentemente com duas outras empresas para desenvolver um Sistema de Gerenciamento de Chaves Privadas para serviços bancários. Os primeiros testes dos novos sistemas são esperados para outubro.






What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Receita Federal dos EUA libera recomendações para declaração de criptoativos originados em airdrops e hard forks 21

Receita Federal dos EUA libera recomendações para declaração de criptoativos originados em airdrops e hard forks

Duelo dos suportes: PrimeXBT e Binance superam BitMEX, Bitfinex e Deribit 22

Duelo dos suportes: PrimeXBT e Binance superam BitMEX, Bitfinex e Deribit