Senegal dá aval para Akon construir cidade baseada em sua criptomoeda

Senegal dá aval para Akon construir cidade baseada em sua criptomoeda 1

A África receberá sua primeira “criptocidade”, ao que tudo indica. O músico e empresário conhecido como Akon publicou em seu Twitter no dia 13 de janeiro a aprovação dada pelo governo de Senegal para a construção da “Akon City”.

“Acabei de finalizar um acordo para construir a Akon City no Senegal. Espero hospedar vocês lá no futuro.”

De acordo com o Decrypt, o cantor senegalês revelou seus planos de construir uma metrópole futurística na África há um ano e meio. Na época, ele afirmou que a cidade seria construída sobre 2 mil acres de terra recebidos como presente do presidente do Senegal, Macky Sall. As negociações dentro da cidade serão feitas exclusivamente por meio da moeda digital criada pelo artista, chamada Akoin.

Relatos sugerem que a Akon City será construída no vilarejo de Mbodiene, cinco minutos de distância do novo aeroporto internacional do Senegal. A região faz parte de uma campanha pelo meio ambiente, tratada como um ponto turístico do turismo sustentável. Na semana passada, Akon também assinou um memorando de entendimento junto à companhia de turismo do Senegal SAPCO.

A criptomoeda Akoin tem previsão de lançamento para julho de 2020, embora o projeto da Akon City demore consideravelmente mais para ser concluído. Akon afirmou durante uma entrevista à rádio Power106:

“É um plano de construção de 10 anos, que será realizado em diferentes fases. Nós começamos a construção em março de 2019, e a segunda fase terá início em 2025.”

De acordo com o Euronews, o custo de construção da cidade futurística será de US$2 bilhões.

Salvador da África?

Akon é o nome artístico do cantor Aliaume Thiam, de 45 anos. Durante sua carreira, Akon se expandiu e ampliou suas influências, saindo do ramo musical e se tornando empresário, além de contribuir com causas de caridade.

Um de seus primeiros negócios foi o Akon Lighting Africa, responsável por fornecer energia solar para países africanos. A nova cidade será totalmente renovável, com energia solar fornecida pela empresa de Akon que fornece energia solar.

O cantor e empresário argumenta que a blockchain pode fazer com que os africanos sejam menos dependentes do governo. Em seu anúncio para a Akon City:

“Eu acredito que a blockchain e as criptomoedas serão os salvadores da África em diversas formas, pois ele devolve o poder às pessoas. Criptomoedas e tecnologia blockchain oferecem uma moeda mais segura que permite às pessoas da África avançarem em termos de independência.”

Akon não é o único empresário que acredita que as nações africanas se beneficiarão da adoção das criptomoedas. O CEO do Twitter e defensor do Bitcoin, Jack Dorsey, recentemente voltou de uma viagem à África com planos de desbravar empresarialmente o continente.

Além disso, um estudo da ONU concluiu que as criptomoedas podem ser o próximo avanço relevante para a África.

Leia também: Startup usa blockchain para combater desmatamento na África







What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Análise do TradingView: Fim da maré baixa? 19

Análise do TradingView: Fim da maré baixa?

Satoshi Nakamoto Explica o aumento de 350% do Bitcoin SV 20

Satoshi Nakamoto Explica o aumento de 350% do Bitcoin SV