SEC dos EUA nomeia nova líder de sua divisão cibernética e de criptomoedas

SEC dos EUA nomeia nova líder de sua divisão cibernética e de criptomoedas 1

Substituindo Robert A. Cohen, que deixou o cargo para ocupar um cargo no setor privado em agosto deste ano, Kristina Littman será a nova chefe da agência na Unidade Cibernética da Divisão de Execução da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês), segundo um comunicado da própria autarquia nesta segunda-feira, 02 de dezembro.

Ingressando na SEC como advogada de equipe em 2010, Littman subiu na hierarquia para tornar-se consultora sênior do presidente da SEC Jay Clayton no inverno de 2017. Nessa função, ela aconselhou Clayton na regulamentação e política relacionada às criptomoedas, bem como assuntos internacionais, comércio e mercados, reportou a agência de notícias Coindesk.

“O pensamento inovador e a vasta experiência de Kristy na Comissão fizeram dela uma consultora inestimável e, mais importante, uma defensora incansável dos investidores norte-americanos”, disse Clayton. “Ela será uma excelente líder para a Unidade Cibernética, enquanto continua seu trabalho nesta área crítica e em constante evolução.”

A Unidade Cibernética foi fundada em 2017 como uma maneira de resolver problemas de segurança cibernética e proteger os investidores contra membros rebeldes da indústria em desenvolvimento de blockchain e criptomoedas.

Sob a supervisão de Robert Cohen, a unidade adotou ações contra ofertas iniciais de moedas (ICOs, na sigla em inglês) que a autarquia considerou fraudulentas. Littman herdará notáveis ​​ações em andamento relacionadas às criptomoedas, incluindo uma contra a Kik Interactive por supostamente envolver-se em uma oferta de ativos mobiliários não registrada de US$100 milhõe. O Telegram também está lutando “contra” a SEC em um caso semelhante envolvendo seu token de GRAM,

Cohen deixou a SEC para uma posição de parceiro no escritório de advocacia corporativo Davis Polk & Wardwell LLP – uma empresa que representou empresas de criptoativos como a Coinbase, bem como as principais instituições financeiras.

Com um JD e um MBA da Faculdade de Direito da Universidade Rutgers, Littman havia trabalhado em um escritório de advocacia especializado em litígios corporativos e valores mobiliários antes de ingressar na SEC.

A experiência variada de Littman “como investigadora, advogada e consultora sênior, a preparou bem para liderar a Unidade Cibernética”, disse Steven Peikin, codiretor da Divisão de Execução.

Leia também: SEC dos EUA adia audiência sobre ICO do Telegram para 2020





What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Binance compra startup de informação de aplicativos descentralizados DappReview 20

Binance compra startup de informação de aplicativos descentralizados DappReview

O hashrate do Litecoin caiu 70% desde o halving 21

O hashrate do Litecoin caiu 70% desde o halving