Mesmo endividado, GBB é convidado para audiência sobre criptomoedas

Mesmo endividado, GBB é convidado para audiência sobre criptomoedas 1

Apesar das dívidas, o Grupo Bitcoin Banco foi convidado para participar da nova audiência pública que discute a regulação das criptomoedas no Brasil. O encontro ocorre na próxima quarta-feira (4), na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Além do grupo, outras empresas e especialistas também foram chamados para o encontro, convocado pela comissão especial que debate o Projeto de Lei 2303/2015, que “dispõe sobre a inclusão das moedas virtuais e programas de milhagem aéreas na definição de ‘arranjos de pagamento’ sob a supervisão do Banco Central”

Ministéro da Justiça, Febraban (Federação Brasileira de Bancos) e gigantes da tecnologia, como Amazon, Facebook e Google, são alguns dos participantes (veja lista completa no final da reportagem).

Empresa deve R$ 616 mi, mas recebeu convite para a reunião que discute a regulação das criptomoedas

O que chama atenção no convite feito ao Grupo Bitcoin Banco é que a empresa, com sede em Curitiba, responde a centenas de processos judiciais e deve R$ 616 milhões a pouco mais de seis mil investidores, conforme lista vazada.

Além disso, o grupo entrou com um pedido de recuperação judicial no mês passado, que já foi aceito pela Justiça do Paraná. O processo de recuperação deixará os investidores – que não conseguem sacar desde maio – sem receber por pelo menos mais seis meses.

No último final de semana, para piorar a situação, um investidor desesperado resolveu agir com as próprias mãos e sequestrou a mãe de Claudio Oliveira, dono da empresa.

Será que alguém do GBB vai participar da audiência?

O Grupo Bitcoin Banco, por meio de sua assessoria de imprensa, não confirmou se algum representante vai à reunião sobre a regulação das criptomoedas.

Vale lembrar que a empresa foi convidada a participar de audiências anteriores, mas não enviou nenhum funcionário ou advogado.

Em um encontro em setembro, o deputado Expedito Netto (PSD-RO) – relator da comissão especial – classificou o Bitcoin Banco como “tudo que a gente tem de ruim que está acontecendo no mercado de moedas digitais no Brasil hoje”.

Veja lista completa de convidados da audiência pública:

    • Facebook
    • Ministério da Economia
    • Banco Central do Brasil
    • Ministério da Justiça
    • Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE
    • Associação Brasileira de Criptoeconomia – ABCripto
    • Henrique Haruki Arake Cavalcante, Especialista e Doutor em Direito Econômico
    • Federação Brasileira de Bancos – FEBRABAN
    • Associação Nacional de Peritos Criminais Federais – APCF
    • Grupo Bitcoin Banco
    • Google
    • Linkedin
    • Baidu
    • Apple
    • Samsung
    • Intel
    • Cisco
    • Tecent
    • Huawei
    • Amazon

A audiência pública pode ser acompanhada ao vivo no site da Câmara dos Deputados, a partir das 14h30.







What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Tether é agora a quarta maior criptomoeda em capitalização de mercado 20

Tether é agora a quarta maior criptomoeda em capitalização de mercado

Monero implementa hard fork; incluindo novo algoritmo de mineração resistente ao ASIC 21

Monero implementa hard fork; incluindo novo algoritmo de mineração resistente ao ASIC