Mais de 200 mil pessoas já assinaram a petição de libertação do fundador do Silk Road

Mais de 200 mil pessoas já assinaram a petição de libertação do fundador do Silk Road 1

Ross Ulbricht é forçado a passar o resto de sua vida na prisão, e 1º de outubro marcou o início de seu sétimo ano atrás das grades. Ulbricht escreveu recentemente uma carta explicando que “esqueceu como realmente é a liberdade” e também percebeu que perdeu alguns dos “melhores anos de sua vida”. Enquanto isso, a petição de clemência de Ulbricht vem ganhando força significativa e já reuniu mais de 212.000 assinaturas até o momento, conforme mostra a reportagem do site Bitcoin News.

É iniciado o sétimo ano de Ross Ulbricht atrás das grades

Faz seis anos que Ross Ulbricht foi preso por seu envolvimento com o Silk Road. O homem de 35 anos cumpre pena dupla de prisão perpétua, mais 40 anos sem possibilidade de liberdade condicional. Ele foi preso em outubro de 2013 pelo FBI na Biblioteca Pública de São Francisco, Califórnia, e este mês marca o início de sua sétima volta em torno do sol trancado na prisão. Uma semana antes de seu aniversário de sete anos de prisão, Ulbricht escreveu uma carta significativa sobre como o Bitcoin é igual a liberdade. Ulbricht relembrou os primeiros dias em que duas pizzas foram vendidas por 10.000 BTC e disse que na época ninguém sabia como o experimento seria. No entanto, Ulbricht insiste que o poder por trás do fenômeno do Bitcoin veio do sonho, uma convicção e “entusiasmo suficiente para iniciar uma invenção digital em um fenômeno multibilionário do qual estamos apenas começando a ver os efeitos”. Ele diz que os Bitcoins se tornaram valiosos sem decreto autoritativo como “mágica” por causa da visão apaixonada da comunidade. Ulbricht acrescenta:

“O Bitcoin não apareceu no vácuo. Era uma solução para um problema que os criptógrafos tentam resolver há muitos anos: como criar dinheiro digital sem autoridade central confiável e que não poderia ser falsificada.”

Uma semana depois, Ulbricht escreveu outra carta a seus apoiadores, explicando como ele estava começando a passar o sétimo ano engaiolado. Ele disse que, embora possa imaginar a liberdade, esqueceu como é a liberdade. “Vivendo em meu próprio espaço, escolhendo com quem estar, para onde ir e vivendo em um futuro de possibilidades e crescimento – essas opções se tornaram estranhas para mim”. Ulbricht continuou dizendo que perdeu alguns dos “melhores anos de sua vida e se perguntou o que o manterá lá por mais um ano.

“Quanto custará – e que oportunidades estão sendo perdidas?”

A carta sincera foi compartilhada nas mídias sociais e muitos apoiadores marcaram Donald Trump no Twitter, pedindo ao presidente dos EUA que perdoasse Ulbricht. Além disso, Lyn Ulbricht, mãe de Ulbricht, apareceu recentemente no podcast Free the People, em um episódio chamado “O fundador do Silk Road merece dois séculos na prisão?”. Lyn se juntou a Matt Kibbe em uma discussão sobre a “cruel e incomum punição infligida a seu filho pelo sistema de justiça criminal”. Lyn insistiu:

“Ele está sendo responsabilizado por tudo o que aconteceu em um site que ele não estava controlando”, insistiu Lyn durante sua entrevista ao podcast. “[Moderadores] monitoraram tudo o que levou à criar vítimas, mas ele não estava controlando. Se fosse um caso civil, eles não fariam isso porque existe uma lei em que você não pode responsabilizar o host de um site pelo que é dito e feito no site”. Ela acrescentou:

“Mas porque foi um caso criminal que [a lei] não é coberta, mas é exatamente o mesmo princípio de sua responsabilidade indireta – está estendendo o guarda-chuva da responsabilidade criminal para incluir coisas que você nem sequer fez.”

Cerca de 200 mil peticionários querem que Ross seja libertado

O site Freeross.org enfatiza que existe um consenso crescente de que “o caso de Ross é um erro judicial e mais de 100 organizações e indivíduos eminentes manifestaram seu apoio”. Muitos amantes da liberdade concordam com a opinião de Lyn e apoiam Ulbricht há anos.

O conhecido ator e diretor de documentários Alex Winter disse que não importa em que lado você esteja no caso de Ross e do Silk Road, “esta é uma sentença escandalosa”, acrescentou. Jeff Deist, presidente do Instituto Mises, também chamou a sentença de Ulbricht de um erro iminente. “Claramente, o Sr. Ulbricht é vítima de uma injustiça chocante”, enfatizou Deist. A lista de ativistas populares e influenciadores globais que apoiam a liberdade de Ross Ulbricht é bastante massiva e continua a crescer.

A recente entrevista de Lyn e as cartas de Ross Ulbricht fizeram muitas pessoas questionarem se a prisão ou não de criminosos não violentos em prisões é moral. Milhares de pessoas expressaram sua opinião ao longo dos anos apoiando Ulbricht e declararam que sua sentença é absurda, dada a natureza sem vítimas de seu crime. A família de Ulbricht e um grande número de apoiadores por trás dele têm incansavelmente convencido as pessoas a assinarem a petição pela clemência de Ulbricht. A petição dirigida ao presidente dos EUA Donald Trump pede ao líder norte-americano que conceda o perdão a Ross e o liberte.

“Sr. Presidente, comute a sentença injusta de Ross Ulbricht ”, diz a petição.

Nas últimas semanas, especialmente após as profundas cartas ao público, a petição de Ulbricht ganhou bastante força e, até agora, reuniu 212 mil assinaturas. Com quase um quarto de milhão de pessoas apoiando a clemência de Ulbricht, a família focada em conseguir muito mais assinaturas.

Leia também: Petição pela libertação de fundador do Silk Road chega a 100 mil assinaturas







What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Startup apoiada pela TZero quer lançar mercado de tokens de segurança 20

Startup apoiada pela TZero quer lançar mercado de tokens de segurança

Mulher é presa em Goias aplicando golpes com Bitcoin 21

Mulher é presa em Goias aplicando golpes com Bitcoin