Libra do Facebook enfrenta batalha na União Europeia

Libra do Facebook enfrenta batalha na União Europeia 1

Segundo reguladores, a Libra do Facebook tem “potencial comportamento anticompetitivo”

De acordo com a Bloomberg, que citou a correspondência oficial em 20 de agosto, a Comissão Européia está interrogando os participantes da Libra do Facebook através de um questionário dedicado.

Originalmente, o documento foi publicado no início deste mês e constitui o mais recente escrutínio da Libra pelos reguladores internacionais.

O foco das investigações é “investigar o potencial comportamento anticompetitivo”, disseram autoridades à Bloomberg. Em particular, é o “spin-off” do Facebook responsável pela administração da Libra, a Associação Libra, que agora está no centro das atenções.

De acordo com a Bloomberg, a UE está “preocupada sobre como a Libra pode criar ‘possíveis restrições de concorrência’ nas informações que serão trocadas e no uso de dados de consumidores”.

Como já fora visto anteriormente, a Libra tornou-se uma dor de cabeça para as autoridades em todo o mundo quase tão logo seu whitepaper foi publicado. Com alguns dos maiores nomes financeiros do mundo envolvidos, as preocupações com a privacidade de dados e a capacidade de controlar o poder econômico dos usuários continuam aparecendo.

Os EUA realizaram audiências dedicadas à Libra em julho, enquanto a China preparou sua própria moeda digital apoiada pelo Estado em resposta.

A investigação da UE envolve ainda mais a esfera cripto. A Comissão acrescentou que estava “monitorando a evolução do mercado na área de cripto ativos e serviços de pagamento, incluindo a Libra e seu desenvolvimento”.

WhatsApp de olho em pagamentos móveis na Indonésia

O Facebook prometeu lidar com as preocupações dos reguladores em relação à Libra, enquanto fontes internas reconhecem que talvez a moeda nunca seja lançada.

Dado o registro de tratamento de dados de usuários da empresa, um correspondente da Bloomberg comentando a mudança da UE, disse que pode ser quase impossível para ela (Libra) ganhar uma posição significativa no espaço de pagamentos.

Dito isso, o WhatsApp, do Facebook, já está se preparando para estrear um modelo de pagamentos para usuários na Indonésia. Segundo notícias da Reuters em conversações com vários operadores de pagamentos digitais, a Reuters afirmou na terça-feira que o WhatsApp quer oferecer aos seus usuários pagamentos móveis.

As regulamentações locais significam que o WhatsApp não oferecerá pagamentos P2P em si, acrescentou a publicação, enquanto uma oferta de pagamento integral para o mercado indiano também aguarda permissão para lançamento.

Os planos não fazem referências explícitas à Libra, já que o Facebook disse anteriormente envolveria suas subsidiárias, incluindo WhatsApp e Instagram no futuro.

Como a Bitcoinist relatou, por sua vez, a Índia está atualmente em curso para banir a criptomoedas por completo, a menos que uma moeda esteja dentro dos parâmetros em discussão entre as autoridades.

Fonte: Bitcoinist


Foto de Marcelo Roncate



Foto de Marcelo Roncate


O autor: Marcelo Roncate

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.








What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Facebook pode ser convidado a falar sobre a Libra no Congresso brasileiro 20

Facebook pode ser convidado a falar sobre a Libra no Congresso brasileiro

Binary Bit usa nome da CVM para dar credibilidade a possível fraude, diz órgão regulador 21

Binary Bit usa nome da CVM para dar credibilidade a possível fraude, diz órgão regulador