Juventus irá lançar app alimentado por blockchain para interagir com os fãs

Juventus irá lançar app alimentado por blockchain para interagir com os fãs 1


Juventus Football Club anuncia novo aplicativo com sistema de tokens

Com a ascensão do mercado de criptomoedas, não só grandes empresas do mercado financeiro se sentiram atraídas pelo setor, mas também famosos times de futebol.

Mesmo no Brasil, algumas equipes já adentraram este mercado, lançando sua própria criptomoeda. No âmbito mundial, grandes times também aderiram à nova tecnologia, como é o caso da Juventus.

De acordo com uma publicação realizada por Alexandre Dreyfus, CEO da Chiliz, o time irá lançar um aplicativo para dispositivo móvel onde os fãs terão acesso a benefícios como descontos exclusivos, encontros com o time e a possibilidade de ganhar ingressos para jogos.

O aplicativo, que será alimentado pela tecnologia blockchain da Chiliz e empoderado pela Binance Chain, será lançado em breve e irá oferecer aos usuários a oportunidade de adquirir itens e privilégios por meio do Juventus Fan Token, ativo criado pelo time em parceria com a Socios.com, empresa por trás do aplicativo.

A companhia também lançou um comercial para anunciar o app, no qual os jogadores utilizam a plataforma para perguntar aos fãs qual movimento devem utilizar ao comemorar um gol. O comercial é concluído com a frase: “Encontre sua voz e ajude a Juventus a tomar suas decisões mais importantes. Bem, quase todas elas.”

Na próxima semana, representantes da Binance e da Chiliz irão se reunir em Seul (27) e Singapura (28) para discutir a “importância do envolvimento dos fãs e o uso do blockchain no futebol” juntamente com Tomas Aricó, Líder de Parcerias da Juventus, e David Trezeguet, da Juventus Legend.

Em setembro do ano passado o time anunciou que iria lançar a própria criptomoeda no início de 2019, juntamente com a Socios.com. A notícia foi dada poucas semanas após o Paris Saint-Germain realizar um anúncio semelhante.


Foto de Beatriz Orlandeli



Foto de Beatriz Orlandeli


O autor: Beatriz Orlandeli

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.


biaorlandeli





Source link

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Grupo Bitcoin Banco denuncia golpe de R$ 50 milhões 20

Grupo Bitcoin Banco denuncia golpe de R$ 50 milhões

FINRA aprova produto financeiro em Ethereum voltado para pequenos investidores 21

FINRA aprova produto financeiro em Ethereum voltado para pequenos investidores