Exchange Liquid anuncia início das vendas de tokens do Telegram para julho

Exchange Liquid anuncia início das vendas de tokens do Telegram para julho 1


A venda pública do token Gram, criado pelo aplicativo de mensagens Telegram para funcionar em sua blockchain, pode ser iniciada já no mês que vem.

Em um comunicado de imprensa, a exchange Liquid, sediada na Coreia do Sul, anunciou que fará uma venda limitada do Gram a partir de 10 de julho. A oferta supostamente precederá uma venda pública completa do token, a qual está prevista para acontecer em outubro. O custo do token e o valor total que a Liquid pretende arrecadar com a venda não foram divulgados.

A venda está sendo feita através da Gram Asia, que, segundo o portal de notícias TechCrunch, é uma entidade sul-coreana que afirma ser a maior detentora individual dos tokens.

Anteriormente, o Gram foi vendido apenas a investidores credenciados, por meio de uma venda privada em duas fases, realizada pelo Telegram em fevereiro e março de 2018 – uma venda que gerou cerca de US$1,7 bilhão. Com isso, o Telegram desistiu de fazer uma ICO pública.

Os fundos seriam usados ​​para desenvolver a Telegram Open Network (TON), uma blockchain ambiciosa destinada a descentralizar múltiplas facetas da comunicação digital, variando de compartilhamento de arquivos a navegação e transações.

“A TON traz velocidade e escalabilidade para uma arquitetura multi-blockchain que atende à necessidade de tempos de transação mínimos e segurança hermética”, afirmou a Liquid em seu comunicado.

Detalhes da venda

A exchange também destacou que a venda está aberta a investidores de todo o mundo, exceto para clientes dos EUA e seus territórios e do Japão. Provavelmente, o temor de que o token possa ser considerado um valor mobiliário nessas jurisdições contribuiu para a limitação.

Entretanto, os tokens vendidos nessa fase inicial não poderão ser liberados para negociações. A Liquid afirma que isso será possível apenas quando a TON estiver plenamente funcional, o que seguirá o cronograma estabelecido pelo Telegram

“Os tokens vendidos não serão liberados até que a TON seja ativada (liberação da rede principal), de acordo com o cronograma de entrega. Os compradores não poderão transferir, retirar ou trocar os Grams antes de serem liberados.”

Os investidores que se inscreverem na Liquid para adquirir os tokens Gram podem comprar fazer suas compras com dólares americanos (USD) ou com a stablecoin USDC. O lançamento final do token é esperado no final de outubro, indica o site, o que confirma a intenção do Telegram de lançar a criptomoeda no segundo semestre do ano.

Venda não-oficial?

No entanto, uma fonte próxima ao Telegram observou que não havia relação entre a Liquid e a Telegram. A fonte, cujo nome não foi informado, também disse que foi a primeira vez que muitos investidores ouviram falar da Gram Asia.

Em comentários separados, um investidor no token da Telegram disse ao portal Cointelegraph que ninguém tem direito de vender os tokens antes de seu lançamento oficial, de acordo com um acordo assinado por todos os investidores.

A fonte confirmou a informação ao ressaltar que os investidores não podem vender os tokens durante um período de até 18 meses após a data de lançamento da TON.

Leia também: Telegram afirma que vai lançar sua criptomoeda no segundo semestre



Source link

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Bitcoin passa brevemente pelos US$ 8.000, enquanto mercados de ações dos EUA têm pequena baixa 20

Bitcoin passa brevemente pelos US$ 8.000, enquanto mercados de ações dos EUA têm pequena baixa

CryptoCompare lança novo ranking de exchanges, Coinbase ocupa o topo 21

CryptoCompare lança novo ranking de exchanges, Coinbase ocupa o topo