EUA imprimem bilhões de dólares e abre reflexão sobre o Bitcoin

EUA imprimem bilhões de dólares e abre reflexão sobre o Bitcoin 1

Os US $ 75 bilhões imprimidos pelo Federal Reserve Bank mostram o poder dos bancos centrais

O Federal Reserve Bank de Nova York entregou de forma discreta US $ 75 bilhões aos bancos, em um processo conhecido como repo ou “operação de recompra”.

Isso mostra o poderio dos bancos centrais em aumentar artificialmente a oferta de moeda e desvalorizar seu dinheiro. É por isso que o bitcoin, que é descentralizado, e possui suprimento limitado e saída estrita e previsível, é importante.

Vale ressaltar que a última vez que essa medida foi tomada já faz mais de uma década, desde a última crise financeira em 2008.

O que é a operação de recompra?

Em termos simples, o banco central imprime US $ 75 bilhões e o disponibiliza aos bancos comerciais por um período de 24 horas.

Em troca, os bancos lançam títulos do Tesouro e outros ativos como garantia.

Proporciona aos bancos liquidez instantânea para o mercado monetário, onde os bancos executam empréstimos de curto prazo entre si.

Crise à vista?

Os bancos estavam precisando desesperadamente de dinheiro líquido para negociar e emprestar um ao outro.

O primeiro sinal de alerta surgiu quando a taxa de juros overnight disparou em 10% (acima dos 2% típicos). O Banco Central Americano, Fed, teve que intervir para aliviar a crise de liquidez.

Por que isso acontece?

O repórter alemão Holger Zschaepitz resumiu com a seguinte frase:

“Parecia que os bancos estavam subitamente sem dinheiro”.

O grande problema de uma operação de recompra é a sua duração.

O Fed injeta liquidez e os bancos pagam em 24 horas. Isso só se torna um problema real quando a operação de recompra se estende dia após dia. Ainda não é um problema, mas essa é uma manobra muito arriscada que pode acarretar em uma grande crise.

O valor do Bitcoin é maior que seu preço

Com a flexibilização monetária de volta e em grande forma o valor do bitcoin se mostrará cada vez mais efetivo.

O BTC é descentralizado e não pode ser manipulado pelos bancos centrais.

O bitcoin possui um limite máximo de 21 milhões codificado que nunca poderá ser alterado. Nenhuma entidade pode imprimir mais ou definir taxas de empréstimos artificiais.

O suprimento diário de Bitcoin é previsível. Sua política monetária é conhecida décadas antes.

É de natureza deflacionária, projetada para aumentar em valor enquanto a demanda aumentar. Enquanto isso, os bancos centrais estão lutando para diminuir o valor de suas moedas, destruindo o valor a longo prazo de suas economias.

Com seu valor reconhecido é natural que seu preço suba

Arthur Hayes, CEO da BitMEX, diz que a flexibilização monetária se tornará um catalisador para o crescimento do Bitcoin.

A política monetária do maior banco central do mundo elevará o preço do Bitcoin a US $ 20.000, acredita o CEO do BitMEX.

Com toda manipulação exercida pelos bancos centrais não devemos duvidar do ativo Bitcoin, que já provou ter grande valor e agora pode atingir seu maior preço.

Imagem de 3D Animation Production Company por Pixabay


Foto de Bruno Lugarini



Foto de Bruno Lugarini


O autor: Bruno Lugarini

Estudante de Sistema da Informação, técnico de informática, apaixonado por tecnologia, entusiasta das criptomoedas e Nerd.








What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Mercado de criptoativos valoriza em movimento liderado pelas altcoins 20

Mercado de criptoativos valoriza em movimento liderado pelas altcoins

Como se preparar qualquer situação do mercado de Bitcoin 21

Como se preparar qualquer situação do mercado de Bitcoin