Como o Bitcoin surgiu? Confira uma breve linha do tempo da história do BTC

Como o Bitcoin surgiu? Confira uma breve linha do tempo da história do BTC 1


Desde que o Bitcoin surgiu e tornou-se uma realidade há quase uma década, ocorreram altos e baixos, além de outros surgimentos importantes que podem influenciar a forma como convivemos em sociedade e como entendemos o dinheiro para sempre.

Mas como o Bitcoin chegou nesse nível atual? Como ele surgiu, quais foram seus antepassados e quais foram as reviravoltas inesperadas em sua jornada? Vamos dar um passeio pela linha do tempo e descobrir mais sobre a principal criptomoeda do mercado.

Especificamente, podemos rastreá-lo até 1982. Foi quando o cientista da computação David Chaum propôs pela primeira vez o conceito de e-Cash. Já preocupado com a privacidade no mundo digital no início dos anos 80, Chaum publicou um artigo intitulado “Assinaturas cegas para pagamentos não rastreáveis” (“Blind signatures for untraceable payments”) que detalhava uma nova forma de criptografia que ele alegava permitir um sistema de pagamento automatizado em que terceiros não enxergavam informações do pagamento.

Chaum tentou colocar essa ideia, que criaria um sistema de assinatura cega, em prática em 1990, criando o DigiCash. O DigiCash foi uma empresa fundada em Amsterdã, Holanda, projetada, como o Bitcoin, para ser uma moeda on-line segura e protegida. A reputação de Chaum como uma mente brilhante atraiu empregados e investidores de capital de risco, mas o produto em si nunca pegou e, no final dos anos 90, o DigiCash estava falido.

Ainda assim, Chaum abriu as comportas para outros cypherpunks com ambições semelhantes. Em 1997, Adam Back inventou o hashcash, um sistema de prova de trabalho (proof-of-work, termo em inglês) que seria muito similar ao que o Bitcoin usa atualmente.

Este ano viu o surgimento repentino de duas ideias de criptomoedas. No final de 1998, Wei Dai divulgou um ensaio detalhando de sua ideia de “b-money”, uma criptomoeda cuja troca parece similar ao que a blockchain do Bitcoin acabaria se tornando. O sistema de prova de trabalho cria a moeda resolvendo um “problema matemático” e a transferência de dinheiro é transmitida para a rede.

Naquele mesmo ano, Nick Szabo publicou uma proposta semelhante para “Bit Gold”. O raciocínio de Szabo para a moeda alternativa era criar algo que não exigisse que um terceiro, como um banco central, criasse ou administrasse. Resolvendo a prova de trabalho, você obtém uma determinada informação, parte dela é concatenada na resolução da próxima transação, semelhante à blockchain do Bitcoin.

Nenhuma dessas propostas, no entanto, se concretizou.

Os predecessores acima relatados tentaram e falharam por duas décadas. Então, em 2008, veio o Bitcoin. Em agosto daquele ano, o site Bitcoin.org foi registrado. Dois meses depois, o seu whitepaper foi publicado, “Bitcoin: um sistema de dinheiro eletrônico peer-to-peer”. A ideia do whitepaper tinha ambições similares às dos artigos mencionados anteriormente: assinaturas digitais seguras, não exigindo o uso de terceiros, prova de trabalho e hashing das transações para formar uma cadeia.

Satoshi Nakamoto, uma pessoa ou um grupo de pessoas desconhecido, escreveu o artigo do Bitcoin.

No início de 2009, o primeiro bloco de Bitcoin, conhecido como o Bloco Gênesis, foi extraído. Em 09 de janeiro, a primeira interação do software do Bitcoin foi lançada, e em 12 de janeiro, a primeira transação de Bitcoin ocorreu quando Nakamoto enviou 10 Bitcoins para o notável programador e desenvolvedor Hal Finney.

Perto do final do ano, em outubro, o New Liberty Standard publicou a primeira taxa de câmbio da história da jovem criptomoeda, considerando que US$1 valiam 1.309,03 BTC. Nakamoto lançou a segunda versão do software em dezembro daquele ano.

Com uma taxa de câmbio estabelecida, era apenas uma questão de tempo até que alguém tentasse fazer uma compra real com Bitcoin. Em maio de 2010, aconteceu. O programador localizado na Flórida Laszlo Hanyecz enviou 10.000 BTC a um homem em Londres em troca de duas pizzas, avaliadas em um total de US$25. Isso ainda colocava o valor do Bitcoin em uma fração de centavo, mas com uma compra feita, as partes envolvidas viram potencial no produto. Um par de meses depois, o valor do Bitcoin finalmente quebrou o limiar do centavo.

Neste ano, surgiram as primeiras exchanges de Bitcoin – Bitcoin Market em fevereiro e MT. Gox em julho. Slush, o primeiro pool de mineração, também extraiu Bitcoin com sucesso pela primeira vez naquele ano.

Em novembro deste ano, o valor de mercado do Bitcoin ultrapassou US$1 milhão pela primeira vez.

À medida em que o Bitcoin aumentou sua popularidade e o ideal de moedas descentralizadas e criptografadas, nesse período, também surgiram as primeiras criptomoedas alternativas. Estas são muitas vezes conhecidas como altcoins e geralmente tentam melhorar o design original do Bitcoin oferecendo mais velocidade, anonimato ou alguma outra vantagem. Entre as primeiras a emergirem estavam a Namecoin e a Litecoin. Atualmente, existem mais de 1 mil criptomoedas em circulação, com novas aparições frequentes.

Leia também: Qual o valor do Bitcoin?



Source link

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Empresa de logística Panalpina lança pilotos blockchain em sua cadeia de suprimentos 19

Empresa de logística Panalpina lança pilotos blockchain em sua cadeia de suprimentos

Cartão Coinbase é lançado em seis países europeus 20

Cartão Coinbase é lançado em seis países europeus