CME supera volume da Bakkt no dia de lançamento de suas opções de Bitcoin

CME supera volume da Bakkt no dia de lançamento de suas opções de Bitcoin 1

A Chicago Mercantile Exchange (CME), bolsa de derivativos sediada em Chicago, iniciou a negociação de opções de Bitcoin na segunda-feira 13 de janeiro. E logo no primeiro dia, seu volume superou o da sua grande rival, a Bakkt, de propriedade da Intercontinental Exchange (ICE).

A CME negociou 55 contratos de opções, no valor de cerca de 275 Bitcoins (cada contrato equivale a 5 Bitcoins). No total, as opções da CME tiveram um volume de US$2,1 milhões, em sua nova opção de Bitcoin, de acordo com uma porta-voz da bolsa.

O lançamento do produto seguiu o lançamento das opções de Bitcoin da Bakkt, que teve menos sucesso em uma base relativa. A Bakkt negociou um pouco mais de US$ 1 milhão em Bitcoin com seus contratos de opções desde seu lançamento, em 9 de dezembro – menos da metade do volume da CME em um único dia. Até o momento, a Bakkt ainda não divulgou seus volumes registrados na segunda-feira.

volumes registrados de futuros de bitcoin Bakkt vs. CME

Tim McCourt, diretor-gerente do CME Group, disse ao portal The Block em uma entrevista por telefone que estava satisfeito com a abertura das negociações, observando um equilíbrio entre operações menores e operações em bloco. Ele também disse que o feedback dos participantes do mercado foi “ótimo”.

“Em termos de capacidade de cotação no mercado, consumo de dados, todos os aspectos técnicos”, afirmou. “Tudo funcionou como planejado.”

Ainda é cedo para cravar um “vencedor” na disputa entre a CME e a Bakkt. Vale lembrar que a outrora rival da CME nesse mercado era a Cboe Global Markets, a primeira bolsa a lançar futuros de Bitcoin em dezembro de 2017, mas que deixou de oferecer o produto em março do ano passado.

Já empresas nativas do setor de criptomoedas que também ofereceram opções de Bitcoin tiveram um sucesso maior. A FTX viu 2.000 opções negociadas no primeiro dia de seu produto vinculado ao Bitcoin, disse o cofundador Sam Bankman-Fried ao The Block em uma entrevista por telefone.

Bankman-Fried o descreveu como o “lançamento mais ativo de produtos, provavelmente em toda a história da empresa”.

De fato, esses desenvolvimentos ilustram o surgimento de um mercado de derivativos listados em bolsa mais robusto e competitivo, com a entrada de novas empresas num mercado que, até esse momento, era dominado por empresas como BitMEX e Deribit.

Leia também: Bakkt quebra recorde de contratos futuros negociados na plataforma em dezembro





What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Fastblock anuncia que é a primeira empresa licenciada a vender máquinas de mineração de Bitcoin no Brasil

Dash sobe mais de 75% em 2020. Pode chegar a US $ 100? 19

Dash sobe mais de 75% em 2020. Pode chegar a US $ 100?