Banco encerra contas da Bitfinex e da Tether em menos de 6 meses de operação

Banco encerra contas da Bitfinex e da Tether em menos de 6 meses de operação 1

O Metropolitan Commercial Bank encerrou a conta da Tether Limited na instituição nesta quarta-feira, 10 de julho, após menos de seis meses de operação. Um porta-voz do banco confirmou o encerramento à agência de notícias Coindesk.

O escritório da Procuradoria Geral de Nova York (NYAG) está envolvido em uma batalha legal com a Tether e sua principal parceira, a Bitfinex. Nesta segunda-feira, 08 de julho, a procuradora apresentou nova documentação mostrando que a Tether mantinha contas abertas no Metropolitan Bank e no Signature Bank.

Segundo a procuradoria, esses documentos fornecem indícios de que as empresas operaram no estado de Nova York por um tempo maior do que o alegado pelas defesas de ambas. Esses documentos foram apresentados como evidência para o argumento da NYAG de que tem autoridade legal para investigar as empresas porque elas tinham clientes no estado.

No entanto, as relações do Metropolitan com a Tether, a iFinex (principal controladora da Bitfinex) e a Digfinex (acionista majoritário da Tether e da iFinex) parece ter sido breve. O porta-voz do banco disse que as três contas registravam uma atividade mínima no período em que estiveram abertas.

“O Metropolitan Commercial Bank tinha contas operacionais corporativas limitadas com a Tether Holdings LTD, a iFinex Inc. e a Digfinex Inc. Todas elas tinham atividade insignificante, e o banco solicitou que as contas fossem encerradas após menos de seis meses depois da abertura.”

O porta-voz esclareceu que a decisão de encerrar as contas partiu do próprio banco e não das empresas.

Já um porta-voz do outro banco, o Signature Bank, disse que não iria comentar o assunto.

“Nós não comentamos assuntos relacionados a clientes”, afirmou.

Procuradas pela Coindesk, a Tether e a Bitfinex não se manifestaram sobre o ocorrido.

A procuradoria de Nova York investiga a Bitfinex pela suposta ocultação de uma perda de US$850 milhões. A exchange teria utilizado até US$900 milhões das reservas da Tether para cobrir o prejuízo. Teoricamente, as reservas da Tether têm como objetivo fornecer o lastro para sua stablecoin (USDT), que a Tether alegava anteriormente ter uma paridade de um para um em dólares norte-americanos (USD).

A Bitfinex, a Tether e seus afiliados têm até o dia 22 de julho para apresentarem uma resposta à moção mais recente da procuradoria. O caso estará de volta ao tribunal uma semana depois, em uma audiência marcada para 29 de julho.

Leia também: Tether emite 100 milhões de tokens USDT





What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Deputado que queria proibir Bitcoin no Brasil será o relator do projeto de regulamentação das criptomoedas 20

Deputado que queria proibir Bitcoin no Brasil será o relator do projeto de regulamentação das criptomoedas

Miami Dolphins anuncia Litecoin como criptomoeda oficial da equipe 21

Miami Dolphins anuncia Litecoin como criptomoeda oficial da equipe