Andreas Antonopoulos diz que bancos deveriam temer a Facebook Coin



Andreas Antonopoulos diz que bancos deveriam temer a Facebook Coin 2

Andreas Antonopoulos, um dos maiores especialistas do mundo de Bitcoin e blockchain, fez uma análise sobre o tema divulgada em seu programa de perguntas e respostas do YouTube. O especialista em Bitcoin e blockchain possui uma série de vídeos famosa no mundo cripto onde tira todos os tipos de dúvidas referentes à tecnologia.

Enquanto respondia à preocupação do espectador com relação ao potencial de impacto da especulada moeda do Facebook no Bitcoin, Antonopoulos disse que não trocaria seus Bitcoins pela nova moeda. Ele continuou afirmando que a moeda digital não será uma ameaça ao Bitcoin porque, fundamentalmente, não é uma criptomoeda. 

Segundo o especialista, organizações centralizadas como o Facebook carecem dos cinco pilares necessários para uma blockchain aberta – serem abertos, públicos, sem fronteiras, resistentes à censura e naturais.

“Qualquer coisa criada por uma organização centralizada que esteja sujeita a leis específicas não pode alcançar nenhum desses cinco pilares. E a razão pela qual eles não podem conseguir é porque a lei os impede de fazer isso. ”

Antonopoulos, em seguida, afirma que as empresas reguladas são restritas pela lista do Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC), que impede as empresas de transacionar com entidades sancionadas como países, pessoas e empresas. Além disso, as entidades regulamentadas são obrigadas por lei a identificar quem são os remetentes e destinatários e onde estão por meio de documentação como KYC (Know Your Customer) e AML (Anti Money Laundry), o que basicamente transforma essas organizações em um banco.

“Eles não são uma criptomoeda, eles são um banco […] Então, os bancos deveriam ter muito medo porque quando as empresas de tecnologia começam a se tornarem bancos e têm todos esses usuários, e toda essa experiência em tecnologia, isso cria desafios reais para os bancos. ”

A moeda do Facebook tem causado grande alvoroço no mundo das criptomoedas pela quantidade de usuários da rede e sua capacidade de trazer mais adoção para o mundo das criptos. O lançamento do projeto está previsto para o primeiro semestre de 2020. A gigante das mídias sociais esta trabalhando a todo vapor no projeto, que ja conta com mais de cem funcionários desenvolvendo a idéia. Confira os detalhes na matéria da Cointelegraph.
 



Comments (No)

Leave a Reply